Publicidade

Natural de São João Batista é preso em São Luis acusado de estupro

| 0 comentários

A Polícia Civil, por meio da 5ª Delegacia do Bairro Anjo da Guarda, em cumprimento ao mandado de prisão expedida pelo Poder judiciário, prendeu, nesta terça-feira (26), Josivan Diniz Souza, de 31 anos, suspeito pelo crime de estupro na região do Itaqui-Bacanga, em São Luís. De acordo com o delegado Walter Wanderley, a prisão do suspeito só foi possível por meio de uma denúncia por parte de uma das vítimas de Josivan, que o reconheceu durante um programa de TV e logo entrou em contato com a polícia. Tendo ciência das informações, o delegado logo solicitou por meio do Judiciário um novo mandado de prisão em desfavor do suspeito.

Josivan Diniz / Foto: Polícia do Maranhão

O delegado ainda informou que Josivan, que é natural da cidade de São João Batista, estava preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas pelo crime de roubo,que o mesmo cometeu no dia (16), no bairro da Cohab, porém Josivan se apresentou como “Rafael Diniz Souza”, sendo esse nome falso. Em desfavor de Josivan, já havia quatro mandados de prisão preventiva, todos pelo crime de estupro na área Itaqui- Bacanga, porém o mesmo mantinha-se foragido.

Josivan é suspeito de violentar pelo menos quatro mulheres, um dos casos que mais teve repercussão, foi a cerca de dois anos, quando o elemento violentou sexualmente uma dona de casa na frente dos filhos da vítima. Em 2015, ele ainda molestou sexualmente duas adolescentes dentro de um coletivo nas proximidades do retorno da Forquilha. Ele ainda teria ameaçado as vítimas com uma arma branca.

O suspeito foi encaminhado a 5ª Delegacia do Anjo da Guarda, para prestar esclarecimentos sobre os casos que o envolve e para ser reconhecido por outras vítimas. Josivan irá responder pelos crimes de Violência contra a mulher, roubo, furto e falsidade ideológica, em seguida deve ser recambiado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.