Publicidade

Na câmara, Conceição consegue aprovação de projeto que regulariza contratação em São Vicente Ferrer

| 10 Comentários

A prefeita de São Vicente Ferrer, Conceição Castro, conseguiu aprovar um importante projeto para regularizar a situação de contratados na Prefeitura Municipal. Os vereadores, por maioria, aprovaram um projeto que regulariza a situação de AOSD, motoristas e demais funcionários de outros setores da educação.

A proposta aprovada é retroativa a abril deste ano e garante o pagamento regular de funcionários que já estão trabalhando. A sessão foi conturbada e marcada pelo embate entre governistas e oposicionistas do município. Segundo as informações passadas ao Blog do Jailson Mendes, a proposta teve três votos contra.

No início da sessão, o vereador JR, primeiro-secretário da câmara e presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, pediu vista do projeto. Ele alegou que recebeu o projeto um dia antes e disse que não poderia dá nenhum voto sem antes anunciar. O presidente da casa, vereador Jailson Ferreira, indeferiu e seguiu a votação.

O projeto encaminhado pela prefeita Conceição Castro teve o apoio da maioria, mas Taba de Cururu, Zequinha e JR votaram contra, alegando o mesmo motivo do último. Com isso, o projeto segue para sanção da gestora, que deve liberar o pagamento e regularização dos funcionários.

Folha de SJB

10 Comments

  1. libera uma farpela para eles concê,para aprovarem isso…

  2. Os que assinaram isso realmente são vereadores que não nos representam. O que mais se fala é sobre o último concurso. É agora?

  3. Dizem não tem dinheiro, a folha está lotada, foi o último concurso que prejudicou, não teve o impacto financeiro. E agora? Teve impacto financeiro p contratar essa porrada de gente? Vão pagar como já que a folha de concursados dizem estar lotada? Se tem grana p contratar porque dividiram o dinheiro que estava em atraso dos professores? E os nobres vereadores não pensaram nisso? Ahh me compre um bode. Afffff

  4. Deixando bem claro que não sou contra os contratos. Todo mundo precisa trabalhar. Desde que receba seu salário corretamente.

  5. Os vereadores aprovaram “o trenzinho da alegria” e com isso levaram as suas “vaguinhas”como pagamento. Isso tudo nas barbas do ministério público que se faz de sonolento e míope, não há justificativa para contratação de mão de obra se a lei é clara com relação ao concurso público, não podendo a atual administração fazer quaisquer alegação por não se tratar de emergência já que se trata do segundo ano do governo e não houve nenhum fato relevante para tal alegação, a não ser o ano eleitoreiro onde a gestora precisa alocar seus cabos eleitorais em alguma função paga pelos cofres públicos para angariar votos para seus candidatos. Esse artifício é usual e a ilegalidade é latente mas a justiça se encolhe e no seu silêncio passa a ser conivente.

  6. Eu pergunto a vcs quem vai limpar as escolas? Pq tem povoado que não tem nenhum AOSD concursado é os alunos que vão limpar as escolas ou os professores??? A ex prefeita não fez um impacto financeiro no município, se ela tivesse feito junto com a cambada de veriadores a situação não era essa . Tem lugar que se encontra cheio de concursados mas em. Outros não há nenhum iai?

    • Pois é, como eu falei antes 1ano e meio é tempo suficiente para se fazer um concurso público para suprir essa demanda e por outro lado, como você mesmo está afirmando que tem lugar cheio de concursado, ou seja, servidor efetivo, cabe a administração fazer o remanejamento desses servidores que estão em locais em excesso para locais deficitários. Simples assim meu caro defensor do indefensável.

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.