Publicidade

Maior obra literária do momento, ‘Ecos da Baixada’ é lançado em São João Batista

| 3 Comentários

No ultimo sábado, 02 de dezembro, membros do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense – FDBM estiveram em expedição à cidade de São João Batista para participarem do lançamento do livro “Ecos da Baixada”, que reúne cônicas e artigos de 32 escritores e conhecedores das riquezas, causos, contos e dificuldades dos municípios baixadeiros.

Foi um evento simples, porém uma aula de cidadania e história, em que a sociedade joanina participou e pôde ter acesso a uma série de histórias e conhecimentos de extrema importância para valorização dos baixadeiros, para que se reconheçam como sujeitos do processo histórico da construção desse estado e inclusive com contribuições relevantes sobre a capital São Luís e para que possam fazer parte dessa luta por mais políticas públicas e infraestrutura para região. Os trabalhos tiveram a condução do forense e joanino Batista Azevedo que de forma magistral fez as saudações à plateia, conduziu as falas dos oradores e agradeceu aos colaboradores pela realização de tão importante evento literário.

Na mesa de abertura, participaram a presidente do Fórum em Defesa da Baixada, Ana Creusa; o presidente da Câmara de Vereadores do município, Assis Araújo; o representante do prefeito, Raimundinho Cutrim; o superintendente de Articulação Política do Estado, Luiz Everton; e os articulistas e cronistas Luiz Figueiredo, Chico Gomes, Elinajara, Manoel Barros e Jailson Mendes. Em suas falas, eles destacaram a importância da obra para a cidade e para a Baixada Maranhense e também falam sobre suas obras.

Ainda na viagem tivemos leituras de textos do livro e conversas animadas sobre a baixada com a importante contribuição do ex-prefeito de Viana e ex-deputado Chico Gomes, e outros forenses. Após o evento e como parte da programação foi feita uma visita ao antigo Porto da Raposa, onde tivemos uma aula de história, sobre a construção da cidade de São João Batista e cidades vizinhas influenciadas pelo referido porto que foi por muito tempo a rota de escoamento da produção da baixada, transporte de pessoas e mercadorias, com a contribuição do professor do departamento de história da UFMA, natural da cidade, Manoel Barros, quem escreveu justamente sobre o Porto da Raposa.

O evento teve seu encerramento com um almoço oferecido pela prefeitura municipal que deu todo apoio ao evento. Foi um momento magnífico e especial para todos que se identificam como baixadeiros. Ressalta-se também a importante contribuição do Superintendente de articulação da Baixada, Sr. Luiz Everton, que possibilitou a ida dos “ecoeiros” até a cidade de São João Batista, cuja população deu exemplo de civilidade, apreço, carinho e sensibilidade para com o evento literário. Com adaptações David Cutrim.

Folha de SJB

3 Comments

  1. Pingback: Maior obra literária do momento, ‘Ecos da Baixada’ é lançado em São João Batista - Rádio e TV Maracu AM 630

  2. Se a reeleição de Flávio Dino depender desse articulador político da baixada Luís Everton, ele está ferrado!

  3. Folha de SJB removeu este comentário

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.