Publicidade

Livro do joanino Eulálio Figueiredo vira espetáculo e será apresentado em agosto em São Luis

| 7 Comentários

O livro “Vidas Profanas”, do juiz natural de São João Batista, Eulálio Figueiredo, servirá de base para um espetáculo teatral que leva o mesmo nome em São Luis, no próximo mês. A peça será apresentada no teatro Alcione Nazareth e se trata de um registro cronológico da vida boêmia e dos costumes de uma parte do Centro Histórico da cidade de São Luís, a Zona do Baixo Meretrício – ZBM, localizada nas Rua da Palma e 28 de julho, em um período que vai dos anos 60 até a decadência da Zona, por volta dos anos 80 do século XX.

A Peça Teatral, que tem seu roteiro assinado pelos dramaturgos maranhenses Gracilene Pinto e José Eulálio Figueiredo de Almeida, tem como objetivo o resgate da memória de uma das mais importantes regiões da Capital Maranhense, tanto no aspecto histórico-cultural como no econômico-social, pelo que a chamada Zona do Baixo Meretrício representava no contexto artístico e turístico Ludovicense da época.

Entre outras coisas, relata histórias curiosas e intrigantes sobre as aventuras e desventuras das mulheres que outrora vivenciaram a ZBM para saciar a ganância financeira das madames (cafetinas) que as exploravam sexualmente e de inúmeros homens de todas as profissões e classes sociais, que para aquele único local de diversão, em nossa cidade, acorriam todas as noites em busca de encontros e prazeres libidinosos.

Um dos objetivos do autor do livro é contar essa história para difundir a realidade desconhecida das gerações passantes e futuras, assim como estimular o poder público a revitalizar o combalido casario que serviu de cenário para o meretrício em nossa cidade, além de movimentar uma extensa rede de pesquisa no campo econômico, artístico, universitário, político, jornalístico, sociológico, antropológico, etc.

Tudo isso se passou num período em que a ZBM, não obstante ter sido um ambiente de prostituição, foi palco de grande movimentação de recursos financeiros provenientes da receita de estrangeiros e de nacionais que para ali se deslocavam em busca de diversão custeada com dinheiro vivo, mediante a lascívia de uns e o proxenetismo de outros. Essa circunstância movimentava sobremaneira a economia da bucólica e romântica São Luís de antanho, posto que os navios que singravam nossos mares ancoravam na rampa Campos Melo, antes que o Porto do Itaqui decretasse a decadência desse importante ponto de chegada e de partida em nossa cidade.

Deve ser enfatizado também a importância do valoroso trabalho do Autor na contribuição para o resgate da história atemporal da cidade de São Luís, bem como para o desenvolvimento da cultura e das artes cênicas em nosso Estado, a exemplo do que o governo da Bahia tem feito com as obras de autores que se ocupam em escrever sobre a rica, vasta e diversificada história da referida unidade federativa.

Em conversa com o blog, o vereador de São João Batista, Chico de Nhozinho, disse está feliz que mais um joanino se destaca e que o Dr. Eulálio Figueiredo pode contar com a participação dos joaninos. “Esperamos vocês na estréia da peça VIDAS PROFANAS, que ocorrerá no dia 4 de agosto, as 20:00 horas, no teatro ALCIONE NAZARETH, localizado na área do da Praia Grande, Projeto REVIVER”, disse.

Juiz Eulálio Figueiredo

Folha de SJB

7 Comments

  1. Quanta coisa boa nossa Cidade tem,.. Dr. Eulálio Figueiredo, representando muitíssimo bem nossa Baixada. Grande Homem, Caráter e competência o definem. Parabéns meu conterrâneo.

  2. Grande Peota, Compositor e Magistrado… Uma pessoa querida, um grande homem. Parabéns Dr. Não tenho duvidas de que será grandioso esse Espetáculo.

  3. Será um belíssimo, eterno e certamente um maravilhoso Espetáculo… Parabéns Dr. Eulálio, grande Magistrado! E que Deus nos abençoe e ilumine… Sempre…

  4. Quem diria. Grande Eulálio Figueiredo, de São João Batista MA para o MUNDO. Jajá esta nos palcos e dos palcos para a telinha. Parabéns.

    • Você disse: “dos palcos para a telinha”… E eu direi que está começando a advinhar, porque já escrevemos o roteiro para o longa metragem “VIDAS PROFANAS”, autoria novamente dos dois joaninos: Eulálio Figueiredo e Gracilene Pinto. É, porque embora tenha nascido e sido batizada em São Vicente Férrer, eu fui registrada em São João e a minha naturalidade civil é de São João Batista. Aguardem, pois, que muito mais criações vem por aí. Um abraço!

      Sugestão: visite a nossa Praça dos Poetas no Facebook.

      • É isso mesmo. Deus abençoou vocês. E que venham muitas e muitas novidades. Voces ainda vão contribuir e muito para a nossa cultura, para nosso Estado. Parabens.

  5. Dr Eulálio Figueiredo, grande homem, nos enche de orgulho. Com tanta contribuição já dada a nosso Estado, a nossa cultura. Homem de grande importância.

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.