JUNTOS, SÃO JOÃO BATISTA E SÃO VICENTE RECEBERAM MAIS DE 70 MILHÕES EM 2015

| 6 Comentários

Juntos, os municípios de São Vicente Ferrer e São João Batista receberam mais de 70 milhões de reais em 2015. Os dados são do Portal da Transparência e do Tesouro Nacional, que divulgou os últimos repasses nos últimos dias do ano passado.

Foram exatamente 37.321.330,51 milhões recebidos na cidade de São João Batista e 33.254.553,14 recebidos pela Prefeitura Municipal de São Vicente. Nestas duas cidades, o Fundeb foi um fundo que mais caiu dinheiro.

Foram 17.751.473,96 recebidos na cidade joanina e 13.518.496,85 recebidos no município vicentino. Segundo o tesouro, 10.268.194,14 vieram do Fundo de Participação do Município em São João Batista e São Vicente, que juntos somam mais de 20 milhões.

Porém 11.010.737,00 destes 37 milhões foram para o Programa Bolsa Família dos joaninos e 9.850.628,00 para os beneficiários vicentinos. Cabe ressaltar que este dinheiro não é administrado pelas Prefeituras Municipais e são depositados diretamente nas contas dos beneficiários.

Folha de SJB

6 Comments

  1. Diante este montante é que notamos o quanto a cidade de Sao Joao esta abandonada e jogada as traças.
    So se ver na rua buracos e descasos, o povo joanino esta sugado e desanimado com Salarios atrasados e nem sequer uma esperança de receber! !
    Aqui fica a pergunta e deicho meu nome bem claro.
    Sera que nesses 3 anos nao deu pra mudar o quadro da cidade e se esse mandado se prolongar por mais 4 anos e provalve que a cidade suma do mapa?

  2. PRIMEIRO VAI APRENDER A ESCREVER SEU ENERGÚMENO, DEIXO SE ESCREVE COM “X” SUA BESTA

  3. Kkkkkkkkkkkk…..kkkkkkkkkkkkk…..kkkkkkk. Calma swiores

  4. http://www.blogdoantoniomartins.com/index.php/2016/01/05/prefeito-de-sao-joao-batista-pode-ser-preso-acusado-de-fraudar-documentos/
    Uma organização criminosa instalada na Prefeitura Municipal de São João Batista, localizada a aproximadamente 280 km de São Luís, está prestes a ser desarticulada. De acordo com informações obtidas pelo blog junto aos órgãos judiciais, o principal suspeito de comandar o esquema é o prefeito Amarildo Pinheiro Costa (PP) que, inclusive, já responde uma Ação Civil Pública (ACP) por ato de improbidade administrativa através do Ministério Público do Maranhão (MP-MA).

    Na Ação Civil Pública, o Ministério Público solicita que a Justiça determine o afastamento liminar do prefeito. Ele pode ser até preso pelos crimes de fraude em licitações, falsificação de documentos e formação de quadrilha, já que o uso de documento falso para fraudar o caráter competitivo de uma licitação está previsto no tipo penal do artigo 90 da Lei das Licitações, a Lei 8.666/1993.

  5. blogdoantoniomartins.com/2016/01/05/prefeito-de-sao-joao-batista-pode-ser-preso-acusado-de-fraudar-documentos/

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.