Governo do Estado assina convênio para desenvolvimento do município de Matinha

| 0 comentários

Nesta quarta-feira (15), como parte da comemoração do 68º aniversário do município de Matinha, na Região dos Lagos, na Baixada Maranhense, o Imesc e a prefeitura assinaram convênio do projeto ‘Elaboração de estudos e diagnósticos e a construção de diretrizes para o desenvolvimento inclusivo e sustentável do município de Matinha’. O documento foi elaborado em consonância com o ‘Plano de Governo para o município de Matinha – quadriênio 2017-2020’.  Na ocasião, também, foi assinado um acordo celebrado entre o Imesc, Prefeitura de Matinha e a Fundação de Apoio ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Fapead).

Prefeita de Matinha, Linielda Nunes, assina convênio com o Governo do Maranhão. (Foto: Divulgação)

Prefeita de Matinha, Linielda Nunes, assina convênio com o Governo do Maranhão.

O projeto prevê ampla pesquisa de campo, tanto na sede quanto na área rural da cidade. O trabalho de campo, combinado aos dados estatísticos produzidos e sistematizados pelo instituto, resultarão em um diagnóstico da situação da cidade, abordando as potencialidades e desenhando as diretrizes para o desenvolvimento inclusivo e sustentável de Matinha. Para o presidente do Imesc, Felipe de Holanda, esse trabalho tem seu foco na construção de uma nova dinâmica nas políticas públicas estaduais, contribuindo para incentivar a constituição de nova mentalidade da gestão pública municipal. “Todos os setores técnicos do Imesc estão envolvidos nesse projeto, que tem um caráter transversal e multidisciplinar, pois faz parte de um programa envolvendo a necessidade de desenvolvimento econômico do município e as dimensões de sustentabilidade somada ao caráter de planejamento democrático, conforme solicitado pela prefeita de Matinha”, frisou.

Felipe de Holanda destacou que a iniciativa é realizada em sintonia com a visão do governador Flávio Dino de valorizar a dimensão participativa nas ações governamentais. Ele destacou que o Imesc trabalha para ampliar as parcerias com outros municípios do estado, sempre levando em consideração o apoio ao planejamento e ao monitoramento e avaliação das políticas públicas, por meio do diálogo com outras prefeituras. A prefeita de Matinha, Linielda Nunes, falou da importância do convênio para o município, destacando o protagonismo do Imesc no processo de planejamento e gestão da cidade. “Com intuito de fazer o município crescer socialmente, economicamente e sustentavelmente, procuramos o Governo do Estado para que pudesse nos ajudar. Assim, o Imesc nos abraçou, elaborando o projeto de desenvolvimento de Matinha. Esse é um projeto que não é imediatista, portanto, vamos trabalhar para que aconteça e permaneça para o benefício desta e das próximas gestões”, disse.

Matinha

Localizada no polo turístico Lagos e Campos Floridos, a cidade de Matinha apresenta uma extensa área formada por vastos campos inundáveis. Tem potencial significativo para o desenvolvimento turístico por causa das belas paisagens naturais, sua história, gastronomia e cultura popular, incluindo as populações tradicionais. O potencial no ramo turístico se destaca nos segmentos ecológico, rural, urbano, cultural e religioso. Se bem explorados podem trazer renda ao município. As atividades de piscicultura e aquicultura, também, apresentam destaque entre as atividades produtivas do município.

O diretor de Estudos e Pesquisas do Imesc, Frederico Burnett, falou do projeto, inédito no Maranhão. “Quando a Prefeitura de Matinha solicitou apoio do Imesc para trabalhar um projeto de desenvolvimento, foi uma oportunidade de aplicar os conhecimentos que o instituto tem e, também, um desafio, pela urgência que a ação exige”, afirmou. As pesquisas realizadas pelo Imesc, nos próximos meses, gerarão 15 produtos que darão suporte aos programas de desenvolvimento econômico e social, além de questões de meio ambiente, território e gestão pública. Os estudos vão incrementar as ações da prefeitura e ampliar a capacidade de atração de investimentos públicos e privados no município. As atividades de campo dos técnicos do Imesc terão início este mês, com coleta e análise de dados. Em março a equipe fará trabalho de campo em visitas locais que se estenderão até maio deste ano.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.