Em São Vicente Ferrer, prefeita Conceição Castro recebe técnicos do IBGE e IMESC

| 5 Comentários

Esta semana, a prefeita Conceição Castro recebeu a visita de técnicos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (IMESC) nos territórios de São Vicente Ferrer, que foram passados para o município de São Bento pela ex-prefeita Maria Raimunda.

Em 2015, os gestores anteriores dos dois municípios, por intermédio de um acordo de cooperação técnica com o IMESC e IBGE, chegaram a um entendimento sobre os limites territoriais de ambos os municípios, e assinaram um acordo atualizando esses limites. O referido acordo foi homologado pela Justiça Federal.

Ocorre que, em resposta a uma demanda do município de São Vicente de Férrer questionando os termos do acordo, a Justiça Estadual revogou-o, ocasionando um conflito entre os dois atuais gestores e os moradores das localidades em disputa. Ontem, a prefeita recebeu a visita dos técnicos e cobrou, novamente, que os povoados de Outeiro, Ipueira, Goiânia e Baixa Grande voltem a pertencer ao município de São Vicente Ferrer, como eram antes.

A comissão técnica visitaram as áreas em conflitos entre os dois municípios e fizeram um estudo in loco da situação. Eles deverão apresentar uma proposta que seja consensual e que beneficie a população dos dois municípios.

Folha de SJB

5 Comments

  1. A Ceiça ta querendo desviar a atenção da população para os atrasos de salários de funcionários e fornecedores. ôh cuthado!

  2. Procura pagar os funcionários

  3. Tem uma parte em atrso ,Não sou a favor nesse ponto / mas que ela tá trabalhando isso ta , devemos reconhecer isso !

    • Diga onde , quando e como… Se não paga os funcionários, pra onde esta indo os recursos?
      Ou será que esta usando a verba dos servidores para “trabalhar” ? Tem alguma coisa errada ou esta tudo errado.
      Temos que ser coerentes em tudo, até quando se quer bajular.

  4. Falta pagar metade de Julho e o décimo terceiro da educação. Será que vai pagar ainda este ano?

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.