Em cerimônia bastante prestigiada, imortais tomam posse na Academia Matinhense de Ciências, Artes e Letras

| 0 comentários

A cidade de Matinha teve uma noite bastante especial no ultimo domingo, 18 de fevereiro, com a posse dos 22 membros  da Academia Matinhense de Ciências, Artes e Letras (AMCAL). A cerimônia foi realizada num salão de eventos e foi bastante prestigiada pela comunidade do município de Matinha e convidados de diversas cidades. Uma festa de muito charme, muita elegância do seu público e gente bonita.

Fundada em 2017, a Academia dispõe de 22 cadeiras e é presidida pelo escritor César Brito; tendo como vice, a professora Edleuza Brito. Fazem parte ainda da diretoria, Maria Zilda Cantanhede, Maria de Jesus Serra, João Carlos Leite e Simão Pedro Amaral. Na cerimônia, conduzida pela presidente da academia de Viana, Fátima Travassos, foram empossados os primeiros membros do órgão matinhense.

Fizeram parte da abertura da mesa, a prefeita da cidade, Linielda de Eldo; Fátima Travassos, presidente da Academia Vianense de Letras; João Francisco Batalha, presidente da Federação das Academias de Letras do Maranhão; Lilico, representante da Câmara de Vereadores de Matinha; Gerlan Alves, secretário de Cultura; Regina Cabra, doutora em educação e coordenadora do Instituto Formação; e Junior Marreca, deputado federal.

Após isso, todos cantaram o Hino de Matinha, com a entrada dos 22 membros da academia, seguindo de posse do presidente Cesar Brito e logo após a entoação do Hino Brasileiro, interpretado pelo cantor lírico e acadêmico, Simão Pedro Amaral. A programação continuou com o discurso do presidente da AMCAL e posse dos primeiros membros da agremiação, com a entrega da medalha, diploma e o capelo acadêmico.

O primeiro empossado foi o escritor e mais idoso da academia, João Meireles Câmara, que ocupa a primeira cadeira, patroneada por Astolfo Henrique de Barros Serra, que leva o nome da casa e foi o grande homenageado da noite. Ele lembrou a história de Astolfo Serra e disse que é  um momento de grande emoção em sua vida. “É um motivo de muita felicidade. Além de realizar um sonho e poder mostrar a força dessa nova geração preocupada com o crescimento da cultura do nosso município, também é importante por que esse momento aqui é único, que eu esperei 90 anos para presenciar”, finaliza.

Já o presidente da AMCAL, Cesar Brito, também falou sobre o momento e sobre a fundação da academia. “A AMCAL foi criada após conversas, reuniões, onde um grupo de matinhenses propuseram a criação, fundação e a instalação de uma academia que agregue valores, contribuição de pessoas que muito colaboraram de alguma forma e como puderam com o crescimento e desenvolvimento do município de Matinha, de modo que esse é um momento muito importante para todos nós”, disse.

A prefeita Linielda de Eldo, que estava acompanhada de seu esposo e secretário Eldo Jorge, também falou sobre a posse dos membros da AMCAL. “A academia surge como uma grande inovação na cidade e da região e que o município neste momento louva a proposta e se coloca à disposição para contribuir e tornar o local um instrumento social, onde a população, profissionais de educação e membros da academia possam compartilhar o seu acervo, os seus projetos futuros em favor do desenvolvimento das atividades culturais e educacionais”, disse a gestora.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.