Dois homens são condenados durante Júri Popular em Penalva

Aconteceram, nos dias 12 e 13 de dezembro, duas sessões do Tribunal do Júri em Penalva. Foram condenados Thalisson Marcos Marques Bastos e Jeferson Batista Ferreira Barros. Atuou nos júris o promotor de justiça Rogernilson Ericeira Chaves.

No primeiro julgamento, Thalisson Bastos foi condenado a 17 anos e oito meses de reclusão, em regime inicialmente fechado, por homicídio duplamente qualificado (motivo fútil e surpresa). A pena deverá ser cumprida no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

O réu foi julgado por ter matado o próprio pai, além de ter atentado contra a vida do irmão. O crime ocorreu em 3 de setembro de 2016. A segunda seção do Tribunal do Júri levou à condenação de Jeferson Barros a 16 anos de reclusão, também por homicídio qualificado por motivo fútil.

A vítima foi um tio do réu, assassinado em 22 de maio de 2018, com um tiro de espingarda. Jeferson Barros também deverá cumprir a pena em regime inicialmente fechado, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. Com informações do MPMA.

Folha de SJB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *