Publicidade

Desembargador José Joaquim comemora vitória no Tribunal de Justiça ao lado de familiares

| 5 Comentários

Joaquim e seus irmãos

O desembargador José Joaquim, natural de São João Batista, comemorou a vitória no Tribunal de Justiça ao lado de familiares nesta quarta-feira. Ontem ele foi eleito para comandar o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), nos anos de 2018 e 2019. Entre eles, os seus irmãos, seus filhos e suas esposas. Ele estava ao lado da esposa Telma e dos três filhos Patrícia, Joaquim Filho e Karlos Figueiredo.

O encontro em família aconteceu no Restaurante Cabana do Sol, da Ponta d’Areia, logo após a sessão que elegeu os ocupantes da Mesa Diretora do judiciário maranhense. JJ, como é mais conhecido, foi eleito com o voto e apoio de 16 votos contra 10 da adversária. Dos 27 desembargadores, apenas um votou em branco durante a sessão de hoje. Ele assume a vaga do desembargador Cleones Cunha, que deixa o cargo em dezembro.

Ao ser eleito, o presidente eleito do Tribunal de Justiça disse que uma das suas principais metas será a melhora do trabalho dos juízes para agilizar o andamento de processos. “Nós temos que dar ainda, imprimir melhores condições aos colegas, os juízes de 1º grau, porque é o alicerce. Sem os colegas o Tribunal de Justiça não funciona. Basta que se fale ‘veja onde está o Maranhão hoje’, junto ao CNJ, é o quarto estado com maior produtividade e isso é fruto de um trabalho de todos nós”, disse o José Joaquim Figueiredo dos Anjos desembargador e presidente eleito do Tribunal de Justiça.

Após a eleição do presidente, foi dada sequência as eleições de vice-presidente e corregedor-geral de Justiça. Para o cargo de vice-presidente do tribunal, os desembargadores elegeram Lourival de Jesus Serejo Sousa. “Proponho assumir todas as minhas atribuições até os últimos detalhes, para dar uma maior visibilidade ao cargo que é um cargo muito obscuro de vice”, disse o vice-presidente eleito.

Na ocasião também foi eleito o novo corregedor-geral de Justiça, cargo que será ocupado pelo desembargador Marcelo Carvalho Silva. De acordo com o corregedor-geral eleito, o papel do órgão com a sociedade será em fazer com que as sentenças sejam de acordo com o que espera o cidadão. “O comprometimento da corregedoria com a sociedade, fazer com que este cidadão chegue efetivamente a receber aquilo que ele espera que a sua sentença, a decisão do juiz, e isso nós vamos lutar para que isso aconteça”, finalizou o desembargador Marcelo Carvalho Silva.

Joaquim, seus filhos e sua esposa

Folha de SJB

5 Comments

  1. AGORA QUE CARLOS FICA FORTE KKKKKK

  2. Coitada da nossa pobre São João Batista. Tão cedo não teremos notícias boas.

  3. CARLOS VAI SER O SECRETÁRIO DE SAÚDE DE SÃO JOÃO BATISTA, TEM MORAL COM O GOVERNADOR PRA CONSEGUIR HOSPITAL E AMBULÂNCIA NOVO, ESSE ATUAL SECRETÁRIO NÃO TEM MORAL DE CONSEGUIR NADA PRA CIDADE, PRÓXIMO SECRETÁRIO VAI SER O CARLOS.

  4. Eu prefiro o Mauro Jorge e mais preparado e tem feito bom trabalho.

  5. Saudade de Carlos Figueiredo no hospital,visitava todos os dias, esse atual secretário deixa a desejar,ar condicionado não presta,as maca estão sucateadas,ambulância não tem e helicóptero só pousava cuando ele era secretário!

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.