Publicidade

Confusão entre o jornalista Jersan Araújo e o presidente do SindProf, Israel Melônio, ganha novo capítulo

| 5 Comentários

O jornalista Jersan Araújo e o presidente do Sindicato dos Professores, Israel Melônio, ganhou um novo capítulo de ontem pra hoje. Em seu blog, Jersan Araújo rebateu as declarações de Israel na semana passada e uma nota enviado ao Blog do Jailson Mendes, o professor rebateu as novas declarações do jornalista e ex-vereador. Vejam o que disse Jersan Araújo e Israel Melônio.

O que disse Jersan Araújo

O presidente do Sindicato dos Professores de São João Batista, revoltou-se com o meu comentário na coluna do último domingo, publicada no JP e neste blog. Não entendeu, não quis entender ou quer se fazer de “vítima” que quando eu falo de uma “facção oposicionista” refiro-me a uma parte da oposição da qual ele faz parte. Na oposição, como um todo, existe um grupo de pessoas de bem que toma suas posições contrárias à administração municipal democraticamente, respeitando os preceitos republicanos, sem derramar ódio e frustração. Sem insultar nem interpretar por maldade ou incompetência ao que se propõe responder. Agressões e grosserias não metem medo. Mas considero um comportamento lamentável.

Sempre tive o maior respeito pela classe dos professores. Na condição de vereador passei os quatro anos do mandato defendendo os interesses dos professores, cobrando do prefeito da época, Zequinha Soares, tudo que eles tinham direito sem, no entanto, merecer atenção do poder Executivo. O Presidente do Sindicato que, também era vereador e aliado do prefeito à época pouco se manifestava sobre esse tema e, quando o fazia, era sempre em defesa daquele prefeito, justificando a omissão pela escassez de recursos. Lamento, profundamente, o fato de o presidente ter misturado o comentário principal da coluna com esse fato. Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Por outro lado, quero deixar claro que se o fato de eu ocupar o cargo de assessor de imprensa da Prefeitura incomoda-o, me disponho a pedir demissão se ele tiver algum jornalista profissional que mereça a confiança do prefeito Dominici, para indicá-lo. E mais: jamais integrei “folha fantasma” da Prefeitura ou de quaisquer outras repartições. Lembre disso, “presidente”! Caso exista alguém que deve se retratar, pelo julgamento fora de rumo e pela tentativa de confundir os professores é você, presidente! Da minha parte RATIFICO (não interprete RETIFICO), repito, ratifico tudo que publiquei na minha coluna e neste blog com a consciência tranqüila do dever cumprido.

Lamento que alguns professores entenderam assim como o presidente do Sindicato interpretaram a palavra facção como se fosse FACÇÃO DE CRIMINOSOS. Quando eu me refiro a “UMA FACÇÃO OPOSICIONISTA” significa dizer parte da oposição e não o TODO, pois como explico acima, existem oposicionistas que cumprem o seu papel de forma democrática, sem insultar nem derramar ódio contra os seus adversários.

O que disse Israel Melônio

Triste lê os contos de fadas de Jersan Araújo. Parece hilário as “matérias jornalísticas” do Sr. Jersan Araújo a respeito de sua terra natal, São João Batista. Depois de inúmeras postagens, primeiro, falando que a merenda escolar estava apodrecendo e perdendo a validade devido a tomada de atitude da Gestão Municipal que ele mesmo faz parte como Assessor de Comunicação, segundo, os constantes ataques a entidades sindicais, professores, partidos políticos, sociedade, etc., não se contendo partiu agora pra insultos, ódios e mentiras sem pé nem cabeça pra a pessoa do atual presidente do SINDPROF, o professor Israel Melônio, tudo isso pra se manter no cargo comissionado da Prefeitura de São João Batista.

Tive a oportunidade de conhecer esse senhor no ano de 1989, quando eu tinha 17 anos e já era professor do município, ao se apresentar em um evento como Secretário de Comunicação da prefeitura, acompanhado do prefeito da época Dr. Zequinha, já transbordava um discurso de rancor e ódio, com resquícios de maldade, herdada da Ditadura Militar contra os que ele denominava opositores, o alvo da época era o então, ex-vereador Rico Pinheiro. Durante seu discurso enfático, agressivo e em tom ameaçador, em alguns momentos fiquei até pavoroso e assustado. Por ironia do destino, nos encontramos da legislatura de 2001 a 2004, ambos vereadores, até estranhei, constantes ataques contra o gestor Dr. Zequinha, ora seu aliado e defensor ferrenho.

Logo observei que ao está no governo, o interesse pessoal do Sr. Jersan é defender as benefícias do governo e atacar de qualquer forma quem quer que seja. Ao está fora do governo o prato preferido é atacar o Gestor, isto vem se confirmando gestão por gestão. Fiquei surpreso depois do Sr. Jersan Araújo afirmar que já fui várias vezes secretário municipal, coisa que nunca aconteceu, e agora ele mesmo se contradiz, afirmando que defendia como vereador gestão de A ou B. Estranho, porque na Tribuna da Câmara Municipal, recebi vários elogios do Vereador Jersan Araújo pela minha postura e posicionamento em defesa do povo, papel que a mim foi atribuído através da vontade popular, que devem estar registrados nos anais da casa legislativa.

No entanto, tão de repente muda seu pensamento a meu respeito, é questionável, mas há de se esperar, isso é do feitio dele próprio. Gostaria aqui, de reafirmar a minha postura em defesa da classe de professores, aconteça o que acontecer não irei me curvar de lutar pela melhoria da Educação que é o pilar de todos os demais direitos sociais, assim como, lutar pelos direitos dos profissionais da Educação, não vou mudar a minha história e nem minha postura que primo convictamente pelo desenvolvimento pleno deste município e deste país, para o bem-estar do povo brasileiro.

Folha de SJB

5 Comments

  1. Israel palhaço mor de longos anos eu sei o que tu defendes o teu bolso quer uma assessoria como tu era de Amarildo? Vai suar bastante.

  2. Será que o professor não vai distinguir o que é “ratificação” de “retificação”, é querer denegrir a imagem do
    presidente. Isto é abusivo. Ou dos professores……

  3. Fico admirado por um simples comentário ter causado um alvoroço tão grande entre os professores de São João Batista, ou melhor, fico perplexo. Os professores tiveram a ignorância de confundir a palavra “facção” com a expressão “facção criminosa”, que em nada tem em comum uma com a outra. Mas, para aqueles que não a conhece, está aqui o seu significado.
    Facção:grupo de indivíduos partidários de uma mesma causa em oposição à de outros grupos; partido político; expedição militar ou feito de armas heróico. Definição está que podemos encontrar em qualquer dicionário e que se encaixa perfeitamente ao que muitos dos professores são.

  4. Sinceramente, uma grande perda de tempo. Na verdade, essa onda toda só está servindo para o então desgastado Presidente do Sindprof, com seu discurso, se reafirmar diante da classe. E ficam remoendo o passado como se isso valesse de alguma coisa agora…. Ahhh… vão catar coquinhos!!!

  5. Engraçado como esse opositores ex vereadores, ex secretários, ex prefeitos, agora querem lutar pelos direito do povo e do municpio…. Agora que estão fora da prefeitura nas suas gestões nunca defenderam os direitos dos povo e do município e sim seus direitos financeiros perderam a mamada da prefeitura agora ficam procurando uma justificativa para voltar a prefeitura sendo que estão na prefeitura nao pensam em ninguém e sim neles mesmo e nas sua contas bancárias. Finalizo dizendo falando sobre o jornalista JERSAN Araújo, jornalista respeitado pela sua classe e caráter e competente no que fala e faz sempre buscando a verdade, tenho plena convicção do que eu falo sobre o jornalista e aos opositores do atual governo nao querem o crescimento do município .

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.