AGORA LASCOU: GOVERNADOR DÁ PRESENTE DE GREGO AOS BAIXADEIROS

| 6 Comentários

Indignação. Decepção. Frustração. Essas são as palavras que melhor definem o que aconteceu com a Baixada Maranhense a partir da decisão do Governo do Estado de cancelar uma dotação orçamentária de R$ 42,8 milhões, que seriam utilizados para construção de diques e barragens, e que agora irão para uma tal “Ampliação da Integração dos Municípios por Rodovia – Viva Maranhão, no Município de São João dos Patos”.

Um exemplo de como estão os campos da Baixada

O anúncio está no Diário Oficial do Estado do Maranhão, edição do dia 3 de dezembro. O presidente do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense, o advogado Flávio Braga, classificou a medida como “um duro golpe para o povo baixadeiro”. Realmente é lamentável ver recursos financeiros que seriam aplicados em obras estruturantes serem realocados para ações que têm mais a ver como projetos eleitorais: é a política de votos sobrepondo-se às políticas públicas emancipatórias.

Agora é torcer para que o governo Flávio encontre uma forma de realocar o dinheiro para construção de diques e barragens da velha Baixada Maranhense. Os Diques da Baixada Maranhense são obras de engenharia que, se um dia saírem do papel e de promessas eleitoreiras, permitirão a contenção de água doce nos campos naturais durante a estação chuvosa, retardando o seu escoamento para o mar sem alterar as cotas máximas naturais de inundação. Além de servir ao consumo humano da população do entorno, essa água ampliará o período de pesca artesanal, matará a sede das criações animais, poderá ser usada em agricultura familiar irrigada, pastagens irrigadas para pecuária leiteira, circulação de canoas, e ainda abrir a possibilidade do uso do dique para tráfego leve, como bicicleta, motocicletas e carroças.

Se começarem, as obras que propiciarão a redenção da população de Bacurituba, Cajapió, Matinha, Olinda Nova do Maranhão, São Bento, São João Batista, São Vicente Ferrer, Viana, Arari, Cajari e Vitória do Mearim, quer matando a sede dos adultos, jovens, crianças e até dos animais, quer por meio de novas alternativas de trabalho e renda que seriam naturalmente criados. Com informações do Blog SJB Online.

Folha de SJB

6 Comments

  1. É revoltante, mais uma vez à nossa baixada é esquecida,a onde está os nossos deputado e os homens ilustres da nossa terra?

  2. Nós não temos deputados e políticos de nenhum tipo que nos representem e façam valer nossos votos, pois só aparecem no período eleitoral acompanhados de seus cabos eleitorais e depois desaparecem!

  3. Sinceramente por essa eu e todos os Baixadeiros não esperávamos , pois a única saída para Baixada seria o projeto dos diques e agora essa notícia lastimável , tínhamos tanta esperança no Governador Flávio Dino ! Não entendi nada !

  4. Pode parecer que estou querendo fazer chover no molhado. Mas a resposta nós sabemos. Os nossos representantes são aqueles descompromissados que não vem aqui nem mesmo nas campanhas eleitorais, porque já tem nesta cidade, cabos eleitorais que em troca de dinheiro ou favores pessoais, fazem a campanha inteira por eles. No final, nenhum deles assume compromisso algum com qualquer município da baixada e na hora de defender os interesses da região fica assim. “Tanto faz como tanto fez.”

  5. Lamento profundamente que a Secretaria de Infraestrutura tenha remanejado parte dos recursos já assegurados para a construção dos diques, para obras na região de São João dos Patos, insensibilidade de alguns e até desconhecimento dos problemas da nossa Baixada.
    Essa luta vem de muitos anos, desde o Governo do Presidente Sarney. O projeto ficou abandonado por mais de vinte anos. Em 2007 tomei a inciativa de reativar essa justa reivindicação com a ajuda de amigos como Reginaldo Telles, Luiz Raimundo Azevedo, Léo Costa, Manoel Bordallo, secretários de Estado, do saudoso Neiva Moreira e outros. Muitas reuniões e debates, culminando com uma grande reunião na cidade de São Vicente Ferrer em dezembro de 2008 com a participação de todos os municípios da Baixada, de Santa Helena a Cajari, incluindo Vitória, Arari e Anajatuba. No governo Roseana o projeto teve continuidade e os recursos assegurados, ficando na fase de licitação. Esperávamos confiantes a execução dessa grandiosa obra.
    A Baixada Maranhense mais uma vez está sendo relegada a segundo plano, essa baixada de gente brava e trabalhadora, que vota e elege representantes e governantes, o seu colégio eleitoral é muito representativo. É hora meus amigos de mobilizarmos todas as forças, o Fórum em Defesa da Baixada, a Frente Parlamentar, os deputados que foram votados na região, os prefeitos será que vão assumir essa luta ou continuar indiferentes, para cobrar do Governo Estadual de da CODEVASP um posicionamento sobre o assunto.
    É inconcebível que todos os anos se perca um volume incalculável de água e de peixes drenados para o mar em prejuízo de todos. Fica registrada a minha indignação

  6. OS REPRESENTANTES DA BAIXADA TUDO CALADO FALAM NADA O DEPUTADO MAIS VOTADO DE SÃO JOÃO BATISTA ESTADUAL FOI O PREFEITO QUE APOIO COM SUA COJA EM TROCA DE NÃO SER CASSADO PELO PAI PRESIDENTE DO TRIBUNAL ACHO QUE NUNCA FEZ MENÇÃO DE PEDIR NADA PARA SÃO JOÃO BATISTA .

Deixe uma resposta

Campos requeridos estão marcados *.