São Vicente Ferrer, 160 anos…

Professor Fábio Teixeira

Reverencio aqui a nação tapuia nossos primeiros ancestrais, verdadeiros donos destas planícies.  Reverencio aqui os colonizadores europeus homens destemidos do além mar. Reverencio aqui os negros africanos que foram braços e pernas dos colonos na exploração das riquezas desta terra. São os teus solos férteis para agricultura, são as tuas pastagens boas para criação de animais, são os teus campos piscosos, todas estas riquezas naturais atraíram a cobiça dos colonizadores sedentos de riqueza e poder no final do Séc. XVIII. Estes forasteiros do além-mar de punho da espada e da cruz em nome da civilização dizimaram a nação tapuia e escravizaram a nação africana.

Em nome do poder estatal tu és fundada como freguesia por meio da previsão régia do ano de 1805. Já nos anos de 1856, por meio da lei provincial Nº 432 de 27 de agosto desse mesmo ano, tu és elevada a categoria de vila. No sec. XX tu és reconhecida legalmente como cidade pelo Decreto – Lei estadual Nº 45 de 29 de março de 1938. Tu nasces tapuia, és batizada como portuguesa. O teu nome é de um Santo espanhol nascido em Valência pelos idos do Séc. XIV, mas quem te amamenta são os seis africanos. Os teus olhos são multicores.

A tua pele é branca, negra e parda. Os teus cabelos são castanhos e crespos. O teu aspecto religioso é de tradição católica. A tua igreja católica, que hoje enaltece a beleza da tua praça, foi erigida no ano de 1949 sob o comando do Padre Eider, mas tu cultuas a religião africana que africanizou o catolicismo (sincretismo religioso). É no ano de 1904 que tu aderes ao protestantismo sob o comando do Rev. V. Themudo abrindo as portas para outras igrejas evangélicas. É no séc. XX que tu te defines como cidade. As tuas ruas, os teus quarteirões, as tuas esquinas, as tuas casas de adobe, de palha, de barro e alvenaria. Os teus telhados de palha e de telha.

O teu comércio, que vendeu por muito tempo produtos arretalhos: meia quarta de café, meio quilo de açúcar, pomada sem perfume, pílula contra, manteiga, óleo de soja e azeite, pílula bezerra para combater a tua verminose, fumo faria, folha de mascar e cigarro de palha, açúcar mascavo enrolado em papel marrom, um litro de querosene para acender as tuas lamparinas. Tu continuas revolucionando a tua arquitetura comunitária: Prefeitura, Igreja católica atual, Mercado da Praça, Delegacia, Escola Profª Ana Mota, Escola Dr. José Arouche, Hospital municipal, Centro de Abastecimento, Estádio municipal, Praça da Matriz, Praça do Mercado, Praça de Eventos, Farol de Educação, Educandário São Vicente Férrer, Assembleia de Deus e demais igrejas Evangélicas.

São Vicente Férrer, Paraíso da Baixada, Acrópole grega, Jardim da Babilônia, Palácio da Alexandria, Cidade Luz, Cidade Maravilhosa, Coração da Baixada. Oh, Minha cidade de encantos e desencantos. Oh, minha cidade de alegrias e tristezas. Oh, minha cidade a tantas gerações já deste a luz. Oh, minha cidade, mãe de milhares de filhos, que vivem no teu solo e espalhados pelo mundo afora. A tua prole é vicentina, trabalhadora,  acolhedora, ousada e valente. Oh, minha cidade parabéns pelos teus 160 anos de vila e de emancipação política.

Profº Fábio Teixeira é professor de História e de Filosofia na escola Profª Ana Mota da Rede estadual de Ensino no Município de São Vicente Férrer-Ma.

Comente!

Carros de som de candidatos estão atrapalhando aulas em São João Batista

Resultado de imagem para carros de som com propaganda de candidatos é proibidoProfessores e diretores das escolas de São João Batista devem denunciar ao Ministério Público os desrespeito à Lei Eleitoral, que rege a eleições municipais no que diz respeito a carros de som com propagandas de candidatos. Com o início da campanha, professores estão reclamando do som alto.

“Eu gostaria de aproveitar este local para pedir aos candidatos a prefeito e a vereador que aconselhem os motoristas de carro de som para baixarem o volume quando se aproximarem das escolas e outros locais em que não é permitido, pois ao invés de conseguirem votos, estão é perdendo! Inclusive, uma escola fica próximo ao Conselho Tutelar”, afirmou o professor Marcos Roberto Serra Mendes em sua página de relacionamento pessoal.

As reclamações são por parte dos diretores, que constantemente tem usado grupos no whatsapp para pedir aos candidatos a prefeito e vereador para atentarem para a lei. eleitoral, que diz “que é permitida a circulação de carros de som e minitrios como meio de propaganda eleitoral, desde que observado o limite de 80 (oitenta) decibéis de nível de pressão sonora, medido a 7 (sete) metros de distância do veículo, e respeitadas as vedações previstas no § 3o deste artigo”.

De acordo com o TSE, é permitido o uso de alto-falantes ou amplificadores de som na propaganda eleitoral somente das 8h às 22h, sendo proibido o uso desses equipamentos a menos de 200 metros das sedes dos Poderes Executivo e Legislativo da União, dos estados, do Distrito Federal, dos municípios, hospitais, casas de saúde, escolas, bibliotecas públicas, entre outras instituições. A Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97) proíbe também a realização de showmício e de evento assemelhado para promover candidatos. E, ainda, a apresentação, remunerada ou não, de artistas com a finalidade de animar comício e reunião eleitoral.

Folha de SJB

(2) Comentários

Agora lascou: Beto Pixuta diz que não tem bens a declarar, mas pode gastar quase 200 mil durante campanha

O candidato do PDT, Beto Pixuta, disse à Justiça Eleitoral que não tem nenhum bem a declarar, mas pretende gastar quase 200 mil reais para se eleger na cidade de Matinha, onde concorre a reeleição. À justiça, o candidato disse que deve gastar até 182.135,55 reais durante a sua campanha.

Candidatos a prefeito de Matinha, Eldo Jorge e Beto Pixuta

As informações são do site do Tribunal Superior Eleitoral, onde os candidatos declaram seus bens particulares como casas, terrenos e carros. Seguindo o exemplo do prefeito de Cajapió, Beto disse que não tem nada a declarar e não cadastrou nenhum bem na Justiça Eleitoral.

As informações prestadas pelo prefeito são diferentes de seu adversário, Eldo Jorge, que disse ter 400 reais em bens, frutos de imóvel residencial localizado na Rua Governador José Sarney, na cidade de Matinha. A justiça, Eldo disse que deverá gastar até 182.135,55 reais.

Nas duas situações, os candidatos devem gastar o limite preconizado pela Justiça Eleitoral, que fixou os limites de gastos para cada candidatos nas cidades do Maranhão. O blog informa que todas as informações são do site do TSE e estão disponíveis para o público neste AQUI.

Folha de SJB

(5) Comentários

Prefeituras de São João Batista e Cajapió ajudaram com a fraca participação do Maranhão no IEGM

Prefeitos Nonato Silva e Amarildo Pinheiro

Mesmo com a prorrogação do prazo concedida pelo TCE, o Maranhão ficou em último lugar em relação ao preenchimento do questionário do Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM). Enquanto a média nacional de adesão ao Índice ficou entre 95% e 100% dos municípios de cada estado, no Maranhão, o percentual foi de apenas 70%, o que corresponde a 148 municípios. O prazo terminou dia 15 de julho, mas o TCE maranhense estendeu a tolerância por mais 15 dias.

Dos municípios que o blog cobre, as Prefeituras Municipais de São João Batista e Cajapió, ajudaram na baixa participação do Maranhão no índice. A ideia era reunir o máximo possível de gestores municipais em torno desse indicador da gestão pública que mobilizou a maioria dos Tribunais de Contas do país, devido ao seu potencial de traçar um diagnóstico confiável da gestão pública. No esforço de mobilizar os gestores maranhense, o TCE chegou a contar com o apoio da Federação dos Municípios Maranhenses (FAMEM). Mesmo assim, a resposta ficou muito aquém do esperado.

Os auditores do TCE não escondem sua decepção pelo descaso com que a iniciativa foi tratada pela maioria, que só enviou os dados diante dos inúmeros apelos e alertas do órgão. Gestores de 40 municípios sequer abriram o formulário. Outros preferiram saber apenas o valor da multa que deveriam pagar, assumindo que não enviariam os dados solicitados. Na esfera do TCE maranhense, o IEGM foi instituído na sessão plenária do dia 08 de junho, que aprovou Instrução Normativa regulamentando o Sistema de Medição de Eficiência da Gestão Municipal, destinado ao registro eletrônico dos Índices de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM).

O Índice é composto por sete indicadores nos setores de educação, saúde, planejamento, gestão fiscal, meio ambiente, proteção dos cidadãos e governança da tecnologia da informação. O Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM) é um indicador concebido em 2014 pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) para avaliar o desempenho concreto das 644 prefeituras paulistas. Inédito no âmbito das Cortes de Contas do Brasil, o programa foi expandido para os demais Tribunais de Contas com apoio do Instituto Rui Barbosa. Confiram AQUI a lista das demais prefeituras do Maranhão.

Folha de SJB

(1) Comentário

Jovens se reúnem com Conceição Cutrim e Taiana Furtado em Olinda Nova do Maranhão

A candidata do PDT, Conceição Cutrim, e a sua vice, Taiana Furtado, se reuniram com a juventude de Olinda Nova do Maranhão no ultimo dia 21 deste deste mês. De acordo com as informações, os jovens presentes declararam apoio a candidata e ex-prefeita daquele município.

Ainda segundo a organização, cerca de 250 jovens se fizeram presentes no ato, que aconteceu na casa da própria candidata. Em conversa com o blog, a candidata a vice, Taiana Furtado, disse que, entre outros assuntos, questões envolvendo os povoados olindenses e a inclusão da juventude no plano de governo foram discutidos.

“Estávamos falando sobre as necessidades de cada povoado e inclusão da juventude na composição do plano de governo. Discutimos propostas de cursinho pré-vestibular , de vários esportes, de incentivo ao primeiro emprego, de uma parceria entre faculdade particular e prefeitura para questão de bolsas e outros assuntos de interesse da nossa juventude”, disse.

“Nunca teve um  evento na história política de Olinda tais propostas nós jovens teremos voz e vez. Nunca antes havia tido essa representação jovem e essa participação dos mesmos. E só o fato de uma jovem de 25 anos compor uma chapa majoritária já mostra que teremos voz e vez”, finalizou. Taiana disse ainda que a candidata a prefeita vai expandir o diálogo com a juventude nos povoados e que no final do evento, foi realizada uma motocarreata até a casa dela.

Folha de SJB

Comente!

A luta dos Gamelas pelo reconhecimento do seu território

Ricardo Gonçalves

No Período de colonização apenas os brancos, e católicos tinham o direito à posse da terra, enquanto que escravos, índios, judeus, mouros, etc. não tinham o mesmo direito. Portanto, os senhores de engenho, quer eram puros possuíam uma grande área para plantar cana-de-açúcar, enquanto a maioria da população não tinha o direito da posse pela terra, pois eram escravos e índios. No Brasil, a tragédia indígena iniciou com o plano de expansão territorial da Coroa Portuguesa. Os territórios das aldeias passaram a ser usurpadas e os índios foram escravizados por longos anos, até a definitiva implantação da escravidão africana. Da escravidão, com os bandeirantes, à catequese, – com os jesuítas, institucionalizou-se o aniquilamento. Atualmente, nos deparamos sistematicamente com notícias de violência de direitos indígenas em todo território brasileiro. Os casos que são noticiados podem não ser tão numerosos, quanto aqueles que registram a violência urbana, por exemplo, mas, sua força está na regularidade, na forma sistemática de intolerância contra as populações indígenas e, em alguns casos, na crueldade dos meios empregados e na covardia das ações realizadas. Vale salientar, que essas violências empreendidas são por parte do poder público e por particulares contra os povos indígenas.

Em 2014, registraram-se casos de violência envolvendo crianças, adolescentes, mulheres, muitas das agressões ocorreram no espaço da comunidade. Um exemplo envolvendo conflito fundiário ocorreu na terra indígena Tupinambá de Olivença, no estado da Bahia. Os indígenas estavam em suas casas numa, numa área retomada na comunidade Serra dos Trempes, quando foram surpreendidos pro pistoleiros que invadiram a aldeia, entraram atirando e destruindo tudo. Um indígena que estava dormindo não conseguiu fugir, sendo assassinado com mais de 20 tiros. A violência simbólica, as ameaças, as intimidações, o incentivo ao ódio aparece como algo natural, quando se trata de violências praticadas contra indígenas. Outro caso emblemático é o do estado do Mato Grosso do Sul, que conta com uma expressiva presença indígena, historicamente vinculada ao que hoje constitui os limites políticos do estado, vem liderando o ranking de violências contra as populações indígenas nos últimos anos, segundo dados do Conselho Indigenista Missionário (CIMI).

Os Guarani-Kaiowá, que habitam naquele estado, são hoje uma das mais numerosas etnias no país, e também aquela que sofre intensamente os efeitos de um paradigma de ocupação e de exploração das terras para o agronegócio. Para Roberto Liebgott e Iara Bonin, a chamada ocupação produtiva das terras do estado se deu apartir de estratégias sistemáticas de expulsão dos indígenas, de confinamento da população em espaços restritos, especialmente a partir dos anos 1920, e das continuas invasões nas terras destes povos, em décadas seguintes. Todo esse processo gerando os aglomerados de terras nas quais se estabeleceram grandes proprietários e empresas que desenvolvem monoculturas de soja, cana e de outros produtos. A custa da miséria e marginalidade dos indígenas se constituiu um amplo território que hoje exibe, orgulhosamente, cifras milionárias, resultantes de supersafras de grãos. No estado do Mato Grosso do Sul registraram-se mais de 40 casos de violências contra os povos indígenas, motivadas por conflitos de terras, dos quais se destacam, por exemplo, ameaças de morte, assassinatos, tentativas de assassinato, espancamentos, tortura, sequestro, lesões corporais, intimidações, principalmente aquelas praticadas contra lideranças que lutam pela garantia das terras indígenas.

Diante das arbitrariedades, da omissão do poder público e do avassalador quadro de violências e violações dos seus direitos, os povos indígenas não estão passivos ou conformados. Eles resistem e definem suas estratégias de ação e de luta local, regional e nacional. Levantamento realizado pela Comissão Pastoral da Terra (CPT) demonstra que, em 2014 foram realizadas 110 diferentes mobilizações e ações das mais variadas em todos Brasil, para exigir do poder público principalmente a demarcação e regularização das terras. No Maranhão, um caso emblemático é o da etnia Ka’apor que atearam fogo nos caminhões usados pelos madeireiros, e aprisionaram madeireiros ilegais que agiam nas matas da Terra indígena Alto Turiaçu. A decisão dos indígenas em defenderem e resguardarem suas terras, por inciativa própria, resultou em ameaças de morte dos madeireiros contra os indígenas e suas terras. Os madeireiros estavam utilizando a estratégia de aliciar os indígenas, entregando cachaça, embebedando-os em algumas áreas para que delatassem os nomes de lideranças e de pessoas que organizam e planejam as ações em defesa e proteção do território. Na região existe uma conivência e aparato de prefeitos, pecuaristas e madeireiros. A tensão é crescente na região.

A invasão das terras indígenas Turiaçu de madeireiros e fazendeiros tem resultado em desmatamentos e na ocupação por sem-terras, incentivados por grileiros e políticos locais. A terra indígena foi homologada em 1989, mais desde 1993, ocorrem ataques de posseiros e madeireiros as aldeias indígenas. Dois indígenas já foram mortos. No Maranhão, os assassinatos de indígenas são constantes. Lideranças indígenas como Eusébio Ka’apor, Aponuyre Gajajara, Fernando Gamela, Genésio Guajajara, Assis Guajajara, foram mortos. Em todos os casos existem aspectos semelhantes: o requinte de crueldade e o silêncio das autoridades públicas. Os povos indígenas, também, vêm sendo destruídos e ameaçados. É o caso, por exemplo, do povo da etnia Gamela que luta pelo reconhecimento do seu território. O povo Gamela que nos anos de 1950 foi considerado extinto pelo Estado brasileiro, mas é uma etnia que sempre habitou no local do seu território. É um território que foi doado à época do império. Este reconheceu que o povo Gamela tinha direito a esse território é esse território que pertenceu aos seus ancestrais que a etnia Gamela está reivindicando agora.

Em agosto, os indígenas realizaram uma assembleia de autodeclaração de pertencimento ao povo Gamela e reafirmaram sua disposição para lutar em busca do reconhecimento étnico e territorial. Por conta disso, os indígenas estão sofrendo ameaças e violências. A luta para recompor seu território, talvez seja, a mais dura batalha que os Gamelas têm pela frente. Desde quando receberam as terras do Império português, elas vêm sendo espoliadas. Dos mais de 10 mil hectares iniciais, a população tem hoje 552. Vários caminhos já foram oferecidos para a resolução do conflito fundiário, tais como a reforma agraria tradicional, o programa de crédito fundiário e a regulação fundiário como quilombo, mais todas as opções foram rejeitadas, pois eles aceitam apenas um caminho: a demarcação. Ademais, o povo Gamela não está invadido terras de fazendeiros da região da baixada maranhense, mais reivindicando as suas terras. Portanto, devemos prestar todo apoio à luta do povo Gamela. Também, não devemos reforçar a narrativa de que os indígenas são “invasores” de terras produtivas ou como “aproveitadores” e “transgressores” da ordem social, ou por outro lado, na alusão a uma suposta ingenuidade e inocência que tornaria os índios massa de manobra de organizações da sociedade civil.

*Professor, graduado em Matemática, especialista em Estatística, Planejamento e Desenvolvimento Regional; mestrando em Estado e Políticas Públicas pela FPA/FLACSO; ex-secretário de Educação de Pedreiras, MA; ex-superintendente adjunto do INCRA-MA; técnico do Laboratório de Extensão da UEMA (LABEX/UEMA)

(1) Comentário

‘Vou em Matinha pedir votos para Eldo Jorge’, diz governador Flávio Dino

O governador Flávio Dino colocou uma pedra hoje numa informação que saiu em blogs alinhados ao prefeito de Matinha, Beto Pixuta, que disseram que ele apoia o candidato do PDT naquela cidade. A mentira foi desmentida pelo próprio Flávio Dino, que inclusive já gravou um vídeo falando que apoia o projeto do PC do B.

Flávio Dino ao lado de Eldo Jorge em reunião hoje no palácio

Num dos comícios realizados pelo candidato do PDT, Beto Pixuta, o assessor especial do governo do estado, o professor Júlio Guterres, disse que Flávio Dino apoia a candidatura do prefeito, o que foi desmentido pelo próprio Flávio Dino hoje em reunião com Eldo Jorge, no Palácio dos Leões.

Eldo estava acompanhado do presidente do PC do B, Jorge Soeiro, e do militante político João Carlos. Ambos foram recebidos pelo governador Flávio Dino e pelo presidente estadual do PC do B e secretário de estado de Articulação Política e Comunicação Social, Marcio Jerry, que novamente garantiram de que lado estão na cidade de Matinha.

Segundo as informações passadas ao blog, Flávio Dino disse que está pronto para ir à cidade de Matinha e fazer corpo a corpo, pedindo votos para o candidato do PC do B, Eldo Jorge, que o apoiou na eleição passada. A ofensiva de Beto Pixuta veio logo depois da pesquisa Econométrica, em que os números apresentam larga vantagem do professor Eldo Jorge.

Na pesquisa estimulada, num confronto direto com o atual prefeito, Beto Pixuta, Eldo Jorge aparece com 71,2% das intenções de voto, contra 18% do adversário. Independente da preferência do eleitor, mais de 50% dos entrevistados declararam ainda achar que Eldo Jorge ganha a eleição.

A pesquisa Econométrica foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número MA-06360/2016. Foram entrevistados 361 eleitores, entre os dias 12 e 13 de agosto. A margem de erro é de 5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95%. A ida de Flávio Dino está sendo agendada para o mês de setembro.

Folha de SJB

(6) Comentários

Luiz Everton e Mecinho inauguram comitê neste domingo em São João Batista

Os candidatos do PC do B e PRP inauguram comitê neste domingo em São João Batista. Luiz Everton, que tem como vice o professor Israel Melônio; e Mecinho, que tem como vice o empresário Willame Barros, marcaram para o mesmo dia a mesma agenda.

Luiz Everton e Mecinho

De acordo com as informações das duas assessorias os comitê ficam localizados no centro da cidade e servirão com pontos de reunião e encontros das suas campanhas. Ao blog, Luiz Everton disse que a inauguração será após uma passeata pelas ruas da cidade.

O blog informa que está a disposição de todos os candidatos de São João Batista, bem como os candidatos de São Vicente, Olinda Nova, Cajapió e Matinha, para a divulgação de suas agendas de campanha.

Folha de SJB

(3) Comentários

Criança de 10 anos é encontrada morta em açude na cidade de Olinda Nova do Maranhão

Resultado de imagem para POLICIAUma criança de 10 anos foi encontrada na manhã desta quarta-feira, dia 24 de agosto, após desaparecer ontem na cidade de Olinda Nova do Maranhão. Ela tinha desaparecido desde ontem e hoje foi encontrada morta.

De acordo com as informações passadas ao blog, a criança era moradora do povoado São Francisco e foi encontrada em um açude naquele mesmo povoado. Segundo o Hospital Municipal de Olinda Nova, o laudo médico disse que a causa da morte indicavam afogamento.

A garota tinha 10 anos de idade e desapareceu desde ontem, quando sua família começou a procura-la. Ao ser encontrado por populares, o corpo foi levado ao Hospital Municipal, onde se constatou a morte na manhã de hoje.

Folha de SJB

Comente!

Com carreata, Lelé Arouche inaugura comitê neste sábado em São Vicente Ferrer

Lelé Arouche

O candidato do PDT em São Vicente Ferrer, Lelé Arouche, inaugura seu comitê político neste sábado com uma grande carreata pelos ruas da cidade. Depois de sua convenção e de grandes adesões políticas, Lelé Arouche inicia sua campanha em São Vicente com forte apoio popular.

Atual vice-prefeito, Lelé tem como vice em sua chapa Nonato Pinto, e reúne apoio de Genilson Ferreira, Shirley Pinto e vereadores da oposição naquela cidade. E neste sábado, dia 27 de agosto, está programando uma grande concentração em São Vicente.

A programação inicia às 15 horas da tarde, na Associação do povoado Santa Rosa, de onde sairá a carreata e logo após a inauguração do comitê político. No facebook, Lelé Arouche conclamou os vicentinos a fazer uma campanha limpa e transparente.

“Uma rápida pausa na agenda de campanha para pedir a todos os meus amigos, eleitores, incentivadores que façam a campanha mais limpa da história de São Vicente Ferrer. Não criem inimizades, não briguem com amigos de tantos anos. Eleição é o ponto máximo da Democracia e é respeitando o voto do outro que conquistaremos os nossos”, disse.

Mais adiante, o candidato mostrou como dever ser o tom de sua campanha naquela cidade. “Parabéns a todos que colocaram o nome para a apreciação popular, agora é mostrar suas propostas e deixar a população decidir. Quero deixar claro que não compactuo com nenhum tipo de violência e que lutarei até a consagração da vitória da forma mais transparente que eu puder. Grande abraço e vamos a luta, em paz e focados em nosso objetivo”, finalizou Lelé Arouche.

Folha de SJB

Comente!

Natural de São João Batista, Samuel Serra lança campanha a vereador em São Luis

O joanino Samuel Serra lançou esta semana a sua campanha a vereador de São Luis. Ele é filiado ao PRTB, partido que apoia a candidata Eliziane Gama, do PPS. Ela e o seu vice, o vereador José Joaquim, estiveram presentes durante a festa de lançamento da candidatura de Samuel Serra.

A deputada e candidata a prefeita de São Luis apoia a candidatura do joanino e disse que ele é preparado para assumir uma vaga no Legislativo Municipal. Filho de Joel Serra, dentista prático que por muitos anos deu um sorriso novo as pessoas de São João Batista, Neto, como costuma se chamado, é primo do ex-vereador de São Luís, Augusto Serra (in memoriam) e candidato a vereador pelo PRTB em São Luís.

Em discurso para centenas de simpatizantes e eleitores, ele falou sobre a sua vida e contou um pouco de sua história. Aos presentes, Samuel disse que é evangélico e que sua candidatura partiu de uma líder comunitária, membra da Igreja Batista Missionaria em Pedrinhas. Depois de orar, ouviu a opinião de alguns amigos que possuem conhecimento político e de sua família, aceitando assim a ideia de ser candidato a vereador em São Luís do Maranhão.

Sua luta política está centrada em quatro áreas: social, educacional, cultural e esportiva. Irá apresentar projetos para implantação de creche-escolas, programas de alfabetização de adultos, reabilitação de dependentes químicos, criação de escolinhas de futebol e oficinas de atividades culturais.

Folha de SJB

Comente!

Matinha: enquanto fazendeiros vão ao MP, organizações defendem povo Gamela

Um grande impasse se formou em Matinha após ocupações do povo Gamela. Isso despertou a ira de fazendeiros que foram ao Ministério Público do Estado pedi apoio para uma suposta ofensiva contra o povo Gamela, que recentemente vem ocupando terras de fazendeiros naquela cidade. No entanto, diversas organizações divulgaram nota em apoio aos índios. Segundo matérias de blogs em São Luis, até o momento já são quatro propriedades invadidas no limite entre as cidades de Matinha e Viana, sendo que os indígenas ameaçam atacar mais terras.

Povo Gamela durante retomada de terras

O que os fazendeiros dizem é que não há respaldo nenhum para tais atos a não ser a tomada a força de terras produtivas e são fonte de trabalho e renda para os moradores locais. Por isso, os atos já foram motivo de denúncia junto ao Ministério Público local com vistas a evitar um possível confronto com os fazendeiros. ‘A população conclama a classe político maranhense a fazer frente a esses atos absurdos e que ferem de tal maneira a história dessas pessoas, que na sua maioria estão estabelecidas a mais de 40 anos naquele local’, diz uma nota dos fazendeiros.

Enquanto isso, organizações da sociedade civil manifestaram apoio ao povo Gamela por meio de nota. “Nós, entidades, associações, movimentos sociais e comunidades, declaramos apoio e solidariedade ao povo indígena Gamela, que realizou no dia 15/08/2016, a retomada de mais uma parte do seu território tradicional, que se encontrava invadida por fazendeiros e empresários no município de Viana/MA, totalizando 8 retomadas feitas até o momento. A área retomada trata-se de uma fazenda às margens do rio Piraí, local sagrado para o povo Gamela, pois é morada de João Piraí, encantado protetor do rio e do povo. O local estava sendo destruído por fazendeiros que devastaram suas margens, assorearam seu leito, retiraram dele milhares de toneladas de barro para cerâmica – tijolo e telhas e desviaram o leito do rio para dentro dos açudes, afetando na reprodução e provocando a extinção dos peixes fonte de alimentação do povo.

Fazendeiros e moradores foram ao MP denunciar

Somos testemunhas que desde 2013 esse povo vem num processo de insurgência, lutando pela afirmação de sua identidade e do seu território. Essa luta, legítima, não vem sendo respeitada pelo governo federal, por meio da FUNAI, que tem obrigação legal de fazer a regularização fundiária dos territórios indígenas, uma obrigação prevista na Constituição Federal. Dessa forma, os indígenas empreendem ações próprias, colocando em risco até mesmo suas vidas. Pois no inicio do ano os indígenas denunciaram que o mesmo invasor dessa área que foi retomada, havia colocado homens armados (pistoleiros) para intimidá-los, os mesmos denunciaram tal fato bloqueando a MA-014 ,estrada que corta o território indígena.

Portanto, reconhecemos que a luta do povo Gamela é legítima, e repudiamos quaisquer ações que poderão ser praticadas por fazendeiros tais como: Ameaças de morte a lideranças do povo; Contratação de milícias; Disparo com arma de fogo contra o acampamento; Intimidação de indígenas nas comunidades para entregar informações;
Aliciamento de jovens com promessa de emprego nas cidades (Viana, Matinha e São Luís); Destruição dos recursos naturais, espaços sagrados e simbólicos de culto, cura, ervas medicinais e de alimentação, fundamentais à sobrevivência física e cultural do povo. Diante dessa situação, exigimos que a FUNAI crie imediatamente o Grupo de Trabalho para estudo da terra indígena Gamela; que o Governo do Estado garanta a segurança do povo nesse momento de tensão e conflito”, diz a nota que é assinada por organizações da Sociedade Civil do Maranhão. Clique AQUI e veja a íntegra da nota.

Folha de SJB

(2) Comentários

‘Governo do Estado está ao lado de Conceição em São Vicente’, diz Márcio Jerry em vídeo

O secretário de estado de articulação política e presidente do PC do B, Marcio Jerru, fez um vídeo ao lado da candidata do PP em São Vicente Ferrer, Conceição de Castro. Marcio Jerry disse que a professora Conceição é a melhor opção para os vicentinos e que o governador acredita no potencial da progressista.

Marcio Jerry ao lado da candidata do PP, Conceição

“Estamos ao lado de Conceição, próxima prefeita de São Vicente Ferrer. Nós estamos juntos com ela, num só movimento, integrado, irmanados, para que a gente possa dá a este município a possibilidade de fazer a mudança que o governador Flávio Dino vem fazendo em todo o Maranhão”, disse.

Mais adiante, o presidente do PC do B no estado falou sobre a importância, para o governo do estado, de eleger Conceição como prefeita naquela cidade. “É fundamental que no próximo ano tenhamos o município de São Vicente Ferrer de mãos dadas no mesmo compasso, no mesmo ritmo do governador Flávio Dino. Prefeitura e Governo do Estado, em parceria e juntos com a nossa companheira Conceição no comando municipal”, disse o super-secretário.

Por fim, o secretário de Flávio Dino conclamou a população a fazer uma campanha limpa e sadia em prol de Conceição, com o objetivo dela mostrar suas propostas para o município de São Vicente Ferrer, fechando assim a mensagem de que o Governo do Estado apoia a candidatura de Conceição na cidade.

Em sua página de relacionamento pessoal, Conceição falou sobre o apoio. “Agradecemos a mensagem de apoio do companheiro Márcio Jerry, secretário de Articulação Politica do Estado e presidente do PC do B no Maranhão. O apoio do Governo do Estado a nossa candidatura é de fundamental importância para que o município de São Vicente Férrer, ande de mãos dadas com as mudanças e transformações que estão sendo realizadas pelo Governador Flávio Dino em todos os municípios do nosso Maranhão”, disse. Confiram…

Folha de SJB

Comente!

Juventude de Olinda Nova declara apoio a reeleição de Costinha, veja as propostas do candidato

Costinha e sua vice, Moça de Riba

O prefeito Costinha, candidato a reeleição em Olinda Nova do Maranhão. Ontem, 22 de agosto, a juventude olindense se reuniu na Colônia de Pescadores e declarou apoio ao projeto de reeleição de Costinha.

Centenas de jovens participaram do ato público que marcou o início da campanha do comunista em Olinda Nova do Maranhão. Tido como um dos melhores prefeitos do Maranhão, Costinha segue como favorito para ganhar as eleições naquela cidade.

O evento foi organizado pelos jovens líderes juvenis como Maciel Maranhão, Ronald, Jefesson, Cleberson Rafael e Francipaula, além de outras lideranças políticas e comunitárias daquela cidade. Uma próxima reunião ficou marcada com a presença do candidato a prefeito com a juventude.

Em conversa com o blog, o prefeito disse que durante esses quatro anos de mandato vem colocando a juventude como tema central de sua administração, basta ver as propostas declaradas ao TSE, que colocará em prática caso consiga a reeleição.

De acordo com o projeto de governo, Costinha pretende continuar com as grandes ações que ele vem fazendo até agora, que o levaram a ser um dos prefeitos mais bem avaliados do Brasil. Clique AQUI e conheça as propostas de governo de Costinha.

Folha de SJB

(1) Comentário

Mayara Pinheiro rebate informações de coligação e mostra documentos sobre sua filiação

A candidata do PT do B, Mayara Pinheiro rebateu o pedido feito pela coligação ‘São João Batista de todos nós’, encabeçada pelo PC do B, na cidade de São João Batista. Segundo a candidata, a impugnação não tem fundamentos e que o juiz eleitoral da cidade já reconheceu sua filiação ao PT do B.

Mayara Pinheiro durante convenção do PSDB em São João Batista

Ontem, a coligação liderada pelo PC do B impugnou as candidaturas de Mayara Pinheiro e Valdeci Pinto. Segundo o processo, Mayara não estava filiada na data da convenção de João Dominici e não comandava o partido, sendo que um aliado de Amarildo Pinheiro, Magno Figueiredo, tinha assumido a presidência desde o dia 28 de julho. Dias depois, Mayara retomou a presidência do partido.

Após ser procurada pelo blog, Mayara disse que o juiz Ivis Monteiro Costa reconheceu, em decisão proferida no dia 17 de agosto, que a mesma está filiada ao PT do B em São João Batista e que portanto não há nada de errada em sua candidatura a vice-prefeita na chapa de João Dominici, do PSDB. A candidata classificou a notícia como mentirosa e que os seus adversários deveriam era cuidar da cidade, o que eles não fazem segundo ela.

Ao blog, a candidata disse ainda que tem a sentença do juiz em suas mãos e que provará na justiça que o procedimento foi lícito. O candidato Valdeci Pinto disse que só vai se manifestar após ser notificado oficialmente, mas o presidente do partido dele, o PTB, disse ao blog que a impugnação não tem fundamentos e que Valdeci irá provar na justiça que está registrado corretamente.

Em tempo

Logo após a publicação da informação sobre a impugnação dos registros de candidaturas de Mayara Pinheiro e Valdeci Pinto, vários debates estão sendo feitos a cerca do ato. O blog esclarece que a informação sobre a impugnação está correta e que de acordo com um dos maiores especialistas em direito eleitoral do Maranhão, Flávio Braga, foram sim impugnadas as candidaturas, mas quem dá a palavra final, sobre se ambos podem ou não ser candidatos, é o juiz.

“O ato de impugnar um pedido de registro de candidatura significa pugnar contra, oferecer resistência, opor obstáculo ao seu deferimento, buscando excluir da disputa eleitoral o candidato reputado inapto. Ao contrário do que supõe o senso comum, o candidato impugnado não está automaticamente alijado do processo eleitoral. Essa exclusão só pode acontecer mediante o devido processo legal, com as garantias do contraditório e da ampla defesa.

Ao final do trâmite processual, então, a Justiça Eleitoral decide a controvérsia, deferindo ou indeferindo o requerimento de registro de candidatura. Portanto, não se deve confundir o verbo “impugnar” com o verbo “indeferir”. Após a publicação do edital contendo a relação nominal de todos os candidatos, começa a correr o prazo decadencial de cinco dias para o ajuizamento da Ação de Impugnação de Registro de Candidatura (AIRC), que pode ser intentada por qualquer candidato, partido político, coligação ou Ministério Público Eleitoral”, disse Flávio Braga em recente artigo enviado ao Blog.

Folha de SJB

(3) Comentários

Governo divulga Chamada Pública para seleção de comunidades beneficiadas pelo Programa Diques da Produção

O Governo do Maranhão divulgou, nesta segunda-feira (22), edital de Chamada Pública para a seleção das comunidades pertencentes aos municípios contemplados pelo Programa Diques da Produção, que tem objetivo combater a salinização dos campos naturais inundáveis da Baixada Maranhense e construir grandes canais que permitirão armazenar água doce, de extrema importância para o desenvolvimento de projetos nas áreas da piscicultura, agricultura e pecuária.

Governador ao lado de prefeitos e lideranças da Baixada Maranhense

O Programa Diques da Produção é coordenado pelas Secretarias de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes), da Agricultura Familiar (SAF), da Agricultura Pecuária e Pesca (Sagrima), do Meio Ambiente a Recursos Naturais (Sema) e Casa Civil. A chamada pública atende às normas dispostas no decreto do Executivo Estadual, de nº 31.762, emitido pelo governador Flávio Dino, que tem a iniciativa como mais uma importante ação desenvolvida pelo estado visando à transformação da realidade do Maranhão, tenho o caminho da produção, do crescimento econômico e da inclusão socioprodutiva como fundamentais nesse processo.

As comunidades habilitada, por meio da Chamada Pública, terão prioridade nas ações, programas e projetos futuros que serão instalados visando concretizar as ações propostas pelo Programa Diques da Produção, nos 35 municípios contemplados pelas intervenções do programa, entre eles Matinha, Pinheiro, Cedral, São João Batista, Cajari, Conceição do Lago Açu, Guimarães, Monção, Palmeirândia, Alcântara, Apicum-Açu, Penalva, Bacuri, São Bento, Viana, Mirinzal, Igarapé do Meio, São Vicente de Férrer, Cururupu, Bequimão, entre outros.

Inscrições

Todos os prazos, condições e demais informações para a adesão das comunidades ao programa estão detalhadas no edital, divulgado no Diário Oficial do Estado. Conforme edital, as inscrições deverão ser feitas por sindicatos, associações ou cooperativas ou por um representante da comunidade que deverá apresentar um abaixo assinado, com a identificação dos moradores. A prioridade de seleção será dada às comunidades que apresentarem o maior número de habitantes que recebem o Bolsa Família; que sejam constituídos predominantemente por agricultores e pescadores de povos e comunidades tradicionais e que apresentarem o maior número de habitantes/moradores com Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP).

A inscrição poderá ser realizada no período de 18 deste mês a 8 de setembro, por meio de envio da ficha de inscrição e documentos necessários à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes) – Setor de Protocolo – Localizada à Rua das Gardênias, Quadra 01, Nº 25, Jardim Renascença – São Luís – Maranhão. Também estão aptos a receberem as inscrições os Escritórios Regionais da Agerp, em Bacabal, Pinheiro, Santa Inês e Viana. Após a fase da seleção, a escolha definitiva das comunidades contempladas pelo programa será definida por visita de técnicos enviados pela Sedes, SAF, Sema e Sagrima.

Folha de SJB

(1) Comentário

Bomba: coligação impugna candidaturas de Mayara Pinheiro e Valdeci Pinto em São João Batista

A coligação ‘São João Batista de todos nós’, formada pelos partidos PC do B, PP, PT, PSC, PTC, PTN, PMD e PDT protocolou uma ação de impugnação de candidaturas contra o candidato a vereador Valdeci Pinto e contra a candidata a vice-prefeita na chapade João Dominici, Mayara Pinheiro.

Mayara Pinheiro e Valdeci Pinto sofrem impugnações

De acordo com as informações dos advogados da coligação liderada pelo PC do B, as ações são pelo fato de Valdeci, esposo da professora Simoni, que por sua vez é irmã do atual vice-prefeito de São João Batista, Junior de Fabrício. Ele assumiu o mandato por 11 dias, após o afastamento do prefeito Amarildo Pinheiro.

Segundo a impugnação, o registro de candidatura de Valdeci não pode ser aceito pela Justiça Eleitoral, uma vez que isso o impediria porque ele é cunhado do que assumiu a prefeitura. A candidata a vice-prefeita na chapa de João Dominici, Mayara Pinheiro, também sofreu impugnação por parte da coligação do PC do B.

Segundo a ação, Mayara Pinheiro, deve ficar inelegível por não está filiado ao PT do B em data exigida por lei e fazer convenção partidária sem ter legitimidade para isso. A coligação acusa a candidata de não fazer parte da comissão provisória do PT do B no período em que foi feita a convenção de João Dominici.

O cargo, segundo as informações do processo, era ocupado por Carlos Magno Ferreira Figueiredo, como presidente e não autorizou a aliança com o PSDB. O blog publicou que no dia 28 de julho, a presidência foi mudada e somente depois do dia 30 do mesmo mês, a candidata Mayara Pinheiro retomou a presidência do partido. Os dois serão ouvidos pelo blog para falarem sobre a ação de impugnação de suas candidaturas.

Folha de SJB

(10) Comentários

Policial de São João Batista resgata bebê de dois meses após ser abandonado pela mãe

Ana Michele Nogueira

O soldado Aguiar, natural de São João Batista e irmão do vereador Aguiar Santos,  foi destaque na imprensa estadual após resgatar um bebê de dois meses no final da tarde de ontem, em São Luis. De acordo com as informações, ele estava em uma operação policial quando aconteceu o caso.

Suspeita de tráfico de drogas, Ana Michele Nogueira, suspeita do crime de tráfico de drogas, abandonou seu filho de dois meses no fim da tarde desta segunda-feira (22) ao fugir da polícia, no bairro Sá Viana. Os policiais tentavam capturar dois suspeitos do crime, mas eles deixaram o local antes.

Segundo informações da Polícia Militar do Maranhão, a criança foi encontrada ao lado de embalagens de drogas, em uma residência localizada na Avenida Tomáz de Aquino Andrade. Horas depois, Ana Michele Nogueira foi localizada e encaminhada ao 16º Distrito Policial. Além das embalagens de maconha, uma televisão foi apreendida.

Soldado Aguiar ainda com o bebê

Folha de SJB

(7) Comentários

Pesquisa Econométrica aponta vitória de Eldo Jorge em Matinha

Em Matinha, pesquisa Econométrica contratada por Luis Carlos Silva Rios aponta liderança do candidato Eldo Jorge (PCdoB) na disputa pela Prefeitura Municipal. Na pesquisa estimulada, num confronto direto com o atual prefeito, Beto Pixuta, Eldo Jorge aparece com 71,2% das intenções de voto, contra 18% do adversário.

Eldo Jorge e o candidato a vice, Marquinhos de Aristóteles

Independente da preferência do eleitor, mais de 50% dos entrevistados declararam ainda achar que Eldo Jorge ganha a eleição. A atual administração de Matinha foi igualmente avaliada na pesquisa, obtendo um nível de desaprovação de 83,7%. As áreas mais críticas apontadas foram as de Saúde, Asfalto, Estradas, Água, Educação, Iluminação Pública, dentre outras.

A pesquisa Econométrica foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número MA-06360/2016. Foram entrevistados 361 eleitores, entre os dias 12 e 13 de agosto. A margem de erro é de 5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95%. Ao comentar os números, o deputado Ricardo Rios (SD) disse que os dados são esclarecedores sobre o desejo de mudança da população de Matinha, que busca respostas para questões importantes e que até agora não encontraram solução.

“Por isso estamos juntos com o povo de Matinha nessa luta, para que em breve o município comece a viver dias melhores”, disse Rios. Com informações do Blog do Gilberto Leda.

Folha de SJB

(5) Comentários

Urgente: acidente agora em São João Batista

Mais um acidente acaba de acontecer na cidade de São João Batista, no bairro Paulo VI. De acordo com as primeiras informações uma moto colidiu com um carro de Antonia da Hora, que mora no Paulo VI. Pelo que o blog colheu, dois jovens moradores do povoado Capim Açu estavam numa moto e o carro de Antonia da Hora bateu de frente.

Os dois foram parar no Hospital Municipal, mas fora de perigo. Ao blog, a enfermeira que os atendeu disse que os dois passam bem e um deles está no soro, após ser atendido pelo médico de plantão. Ainda não sabemos as circunstancias do acidente e nem os nomes dos envolvidos.

Folha de SJB

Comente!